Estudo ABCR referente a junho de 2022 apresenta recuo

Índice caiu 1,3% no comparativo com maio, considerando os dados dessazonalizados

4 de Agosto de 2022

Por: Redação

O Índice ABCR referente a junho de 2022 apresentou recuo de 1,3% no comparativo com maio, considerando os dados dessazonalizados. O índice que mede o fluxo pedagiado de veículos nas estradas é construído pela Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR) juntamente com a Tendências Consultoria Integrada. Mantida a comparação mensal dessazonalizada, o índice de fluxo pedagiado de veículos pesados teve queda de 2,4%.

Nos últimos doze meses, o índice total acumula avanço de 7,3%, fruto do aumento de 2,1% de veículos pesados. No acumulado do ano, o índice total apresenta avanço de 9,4%. O fluxo pedagiado de veículos pesados cresceu 2,4%.

“Os resultados demonstram queda disseminada do fluxo total de veículos nas praças pedagiadas de associadas à ABCR, considerando a série dessazonalizada. O resultado negativo, ainda que sugira menor dinamismo corrente, precisa ser relativizado à luz da sequência predominantemente positiva desde fevereiro de 2022”, comenta o analista de Macroeconomia e Política da Tendências Consultoria, Thiago Xavier.

Ainda segundo o executivo,o fluxo de veículos pesados registrou maior queda em junho, embora sua tendência também seja de predominante crescimento nos últimos meses, ainda considerando a série dessazonalizada. “Essa trajetória positiva é correlata com os resultados positivos do setor de transporte de cargas, e pela conjuntura de resiliência da produção industrial, apesar do quadro geral de elevação dos custos produtivos”, pontua o analista.

Tags: transporte-rodoviario logistica desempenho tecnologistica veiculo-pesado abcr


ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MAIS POPULARES

Estrutura

Mercado Livre anuncia seu primeiro centro de consolidação na América Latina

Estrutura

Rodonaves Express inaugura unidade em São José dos Campos

Mercado

Letwe Innovation faz aporte de R$ 3,1 milhões na startup Gti Plug



LOG CONTENT