Transporte marítimo

Frota da Aliança receberá duas barcaças de 700 TEUs e dois empurradores

Equipamentos, que demandarão US$ 60 milhões em investimentos, serão construídos no Brasil, com bandeira e tripulação também nacionais

14 de Janeiro de 2022

Por: Redação

A Aliança, empresa do grupo A.P. Moller - Maersk, anunciou que construirá duas barcaças de 700 TEUs e dois empurradores em território nacional. A construção conta com a participação da empresa canadense Robert Allan, que atuará no desenvolvimento do novo projeto.

Tanto os empurradores quanto às barcaças serão construídos pelo estaleiro Rio Maguari, localizado em Belém, com previsão de entrega em até três anos. O investimento total na construção será de US$ 60 milhões e 30 vagas de tripulantes serão criadas. Cerca de 300 trabalhadores participarão da construção das embarcações.

O diretor de Relações Institucionais da Aliança, Mark Juzwiak, destaca que as barcaças para contêineres terão bandeira brasileira e tripulação 100% nacional. “Acreditamos no potencial do mercado brasileiro e, por esta razão, estamos apostando em investimentos e reafirmando nosso compromisso em desenvolver, cada vez mais, a logística e crescer com a economia no país. Vamos gerar novas oportunidades de emprego na região, além de desenvolver novas tecnologias na indústria nacional.”

Além disso, Juzwiak explica que as barcaças também ajudarão na redução de emissão de CO², já que elas permitem o transporte simultâneo de um volume maior de cargas em relação ao transporte rodoviário. “Assim como a cabotagem, é um excelente exemplo de modal que usa vias naturais para transportar enormes quantidades de carga de forma segura, eficiente e sustentável”, afirma.

Tags: logistica transporte-maritimo tecnologistica maersk a-p-moller aliana


NOTÍCIAS RELACIONADAS

MAIS POPULARES

Portos

Santos Brasil investe na drenagem e pavimentação do Tecon Vila do Conde

JobLog

VetBR conquista certificação Great Place To Work

Negócios

NSTech anuncia a integração da Frete Rápido



LOG CONTENT