VLI estabelece novo contrato com a Viena Siderúrgica

Rota tem como ponto de origem um entreposto localizado em Açailândia e é integralmente realizado por meio da malha ferroviária da Estrada de Ferro Carajás

12 de Maio de 2022

Por: Redação

A VLI estabeleceu um novo contrato com a Viena Siderúrgica que prevê a movimentação de 720 mil toneladas de ferro-gusa com destino à exportação ao longo do biênio 2022/2023. A rota tem como ponto de origem um entreposto localizado em Açailândia (MA) e é integralmente realizado por meio da malha ferroviária da Estrada de Ferro Carajás (EFC). O ferro-gusa será transportado até o Terminal Portuário de São Luís (TPSL), por onde se dará o processo de embarque à exportação.

“Temos uma parceria de longa data com o cliente e a extensão deste compromisso evidencia a eficiência proporcionada pela integração de modais para conectar a produção nacional e o mercado internacional”, afirma o gerente comercial da VLI, André do Carmo.

A Viena é produtora de ferro-gusa, com capacidade para produzir 600 mil t por ano nas suas operações. Com presença no mercado externo, a matéria-prima produzida no Maranhão e em Minas Gerais é exportada principalmente para os Estados Unidos, além da Ásia e Europa.

Produto imediato da redução do minério de ferro, o ferro-gusa é utilizado na produção de aço. O modal ferroviário é aplicado, segundo as empresas, devido à operacionalidade. Isso porque, um vagão graneleiro, por exemplo, comporta, em média, mais de 70 t enquanto um caminhão bitrem carrega aproximadamente 36 t.  

Tags: tecnologistica logistica terminais portos viena-siderurgica transporte vli ferrovia melhores-da-semana


ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MAIS POPULARES

Estrutura

Mercado Livre anuncia seu primeiro centro de consolidação na América Latina

Estrutura

Rodonaves Express inaugura unidade em São José dos Campos

Mercado

Letwe Innovation faz aporte de R$ 3,1 milhões na startup Gti Plug



LOG CONTENT