Notícias

Raupp investe em infraestrutura e ampliação do serviço

17 de Março de 2009

Por:

Filiais em Curitiba e Criciúma, abertura de um CD em Palhoça e início de operação num inédito segmento na área de transportes são as iniciativas

A Raupp Transportes investe em 2009 em sua infraestrutura a fim de reforçar sua atuação no mercado. Inauguração das filiais Curitiba e Criciúma (SC), além da abertura de um centro de distribuição em Palhoça (SC) são as iniciativas divulgadas. A companhia também anuncia, sem mais detalhes, a entrada em um inédito segmento na área de transportes.

A filial da capital paranaense, inaugurada no último dia 16 de fevereiro, conta com uma área total de dois mil metros quadrados, sendo 1.000 metros quadrados destinados à armazenagem de produtos da indústria têxtil. O imóvel, alugado, não demandou investimentos. Cerca de R$ 50 mil foram aplicados na aquisição de equipamentos de armazenagem e movimentação.

O diretor Geral, Toni Trajano, explica que a companhia atua em Curitiba desde 2004, realizando, apenas, entregas fechadas. Agora, anuncia, a unidade será responsável pela distribuição fracionada dos produtos na capital do estado e municípios da região. Quatro caminhões terceirizados realizarão o trabalho. O diretor informa, ainda, que o local também será utilizado para a consolidação das cargas coletadas e, posteriormente, transferidas para São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Neste caso, veículos próprios serão empregados. A estimativa é que sete caminhões por semana passem pela filial Curitiba com itens de transferência.

A expectativa operacional é otimista. “Temos capacidade para armazenar em Curitiba 100 mil peças em caixas e 50 mil em cabines. Acredito que movimentaremos 350 mil por mês nos seis primeiros meses”, diz. Até o final do ano, calcula Trajano, a perspectiva é crescer esta manipulação mensal em 30%.

O segundo semestre do ano marcará outra inauguração. Ainda sem data definida, Trajano divulga a abertura da filial Criciúma (SC). A estrutura e a operação já foram definidas. “Teremos um galpão de 400 metros quadrados com capacidade para armazenar 25 mil peças. O trabalho da unidade consistirá na coleta dos itens têxteis na região a fim de transferi-los para São Paulo Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul”, conta. A meta da empresa, salienta o executivo, é movimentar cerca de 100 mil itens por semana.

Durante o ano, a Raupp também prevê a readequação da frota atual, migrando para o modelo intercambiável – baú com conceito de contêiner dotado de um sistema de pés retráteis que possibilita o desatrelamento do chassi do caminhão, liberando o veículo para outras atividades. “Investiremos R$ 550 mil na aquisição de 20 baús intercambiáveis e readequação da frota”, adianta. As modificações já começaram. Cerca de 30 veículos urbanos e oito carretas foram adaptadas para movimentar os 150 baús disponíveis hoje na frota da transportadora. Cinco caminhões também sofrerão alterações a fim de receber o implemento.

Entre as vantagens do equipamento destaque para a possibilidade de manter a carga transportada no próprio baú aguardando o agendamento de descarga sem a necessidade de transbordos. Além disso, permite que o implemento seja disponibilizado nas dependências do cliente para ser carregado a medida que as mercadorias são produzidas.

O ano de 2009 ainda marcará a entrada da Raupp em um inédito segmento na área de transportes e o início das operações de um centro de distribuição na cidade de Palhoça (SC). Trajano não divulga qual será o novo serviço nem a estrutura do CD catarinense.

www.raupptransportes.com.br

Tags:


NOTÍCIAS RELACIONADAS

MAIS POPULARES

Negócios

Fuchs anuncia novo distribuidor para a Região Nordeste

Lançamento de Produto

ZF lança plataforma de computação de alto desempenho

Estudo

Estudo da Repom aponta cenário na contratação de assistência veicular



LOG CONTENT