Equipamentos

Dachser investe na capacidade de transporte e aplica mega reboques em sua frota operacional

Equipamentos possuem 20 centímetros adicionais de altura interna, resultando em um total de 8 m³ a mais de espaço de carga

1 de Junho de 2021

Por:

A Dachser divulga que desde o mês de abril optou pro aplicar exclusivamente os denominados mega reboques ao comprar novos semirreboques na Alemanha. Por conta de suas dimensões de espaço de carga maiores, mas com o mesmo comprimento e largura, os novo equipamentos proporcionam, segundo a empresa, mais economia de combustível do que os semirreboques padrão, especialmente em longas distâncias.

A conversão total da frota alemã está programada para ser concluída até 2027, com cerca de 680 novos mega reboques no total. Nos próximos anos, a Dachser informa que também começará a substituir suas frotas nos outros 24 países europeus onde está representada por meio de sua linha de negócios European Logistics.

Os mega reboques têm o mesmo comprimento e largura de um semirreboque padrão e sua altura total permanece abaixo de 4 metros, a altura máxima do veículo permitida na Alemanha. Eles possuem 20 centímetros adicionais de altura interna, já que a área de carga fica um pouco menos de 100 centímetros acima da superfície da estrada. Isso resulta em um total de 8 m³ a mais de espaço de carga. Com carregamento de dois andares, um mega trailer oferece espaço para 67 euro paletes. Assim, chega perto da capacidade de um caminhão semirreboque com duas caixas móveis – no entanto, como isso oferece mais cinco espaços para paletes do que o mega reboque, continuará sendo a opção preferida da Dachser por enquanto.

“O fator limitante no negócio de grupagem geralmente não é o peso total máximo permitido de 40 toneladas métricas, mas o volume de carregamento disponível”, explica o Chefe de Departamento Técnico e Compra Técnica da Dachser, Christian Schütz. Além disso, ocntinua, mMais espaço de carga significa melhor utilização da capacidade e no caso do mega trailer isso pode chegar a 18%.

O COO Road Logistics da Dachser, Alexander Tonn, afirma que a empresa foi pioneira na introdução da caixa móvel há 50 anos e ela continua sendo a referência em termos de eficiência do espaço de carga. Hoje, revela, a empresa quer ser a primeira grande fornecedora de grupagem na Europa a usar mega reboques em vez de semirreboques padrão.

“Os mega reboques são mais caros de comprar, mas compensam isso ao longo de sua vida útil por meio de sua melhor relação custo-benefício. Além disso, esse progresso na eficiência do processo contribui para nossa estratégia de proteção climática de longo prazo”, afirma Tonn.

De acordo com a companhia, ao buscar essa estratégia a meta meta é se concentrar em logística eficiente e inovação tecnológica. A empresa acredita que esta é a melhor maneira de atingir a meta de 2 graus definida pelo Acordo de Paris, bem como as metas de proteção do clima da União Europeia e de muitos outros países a médio e longo prazo.

Para isso, a Dachser garante que trabalha em conjunto com clientes e fornecedores que também desejam definir ativamente como a logística se move para adotar tecnologias de baixa e zero emissões. A empresa divulga que concentra suas iniciativas de proteção do clima em quatro campos principais de ação: eficiência de processos, eficiência energética, pesquisa e desenvolvimento e cidadania corporativa.

Tags:


NOTÍCIAS RELACIONADAS

MAIS POPULARES

Internacional

Ulma amplia área de picking de operador logístico no Uruguai

Desempenho

Porto Itapoá registra crescimento de 13% em 2021

Mercado

Tópico investe mais de R$ 100 milhões em 2021



LOG CONTENT